X
Se você é lojista
Entre em contato com os nossos canais de venda
0800 14 5737
Se você é consumidor final
Entre em contato com nosso SAC para indicações
0800 707 3703
*Compras efetuadas em sites de terceiros
não são de nossa responsabilidade
29
Mar
2016

No dia 20 de março o verão dará lugar ao outono e, com a troca de estação, o tempo tende a ficar mais ameno, com temperaturas mais baixas e agradáveis, além do característico dia nublado. Essas peculiaridades influenciam diretamente no funcionamento do organismo das pessoas, proporcionando, sobretudo, uma melhoria na qualidade do sono.

Segundo a Consultora do Sono da Duoflex, Renata Federighi, a estação é uma das que mais contribuem para um repouso revigorante, já que ameniza a temperatura corpórea do indivíduo. “A temperatura do corpo diminui naturalmente de 36,5°C para cerca de 35°C, o que proporciona horas de sono mais agradáveis, mas é importante ter uma coberta à disposição para que o calor produzido pelo corpo não seja perdido”, recomenda a especialista.

Neste sentido, vale lembrar ainda, que as temperaturas extremas interferem negativamente na hora de dormir, principalmente quando o tempo está quente demais, pois o corpo não consegue baixar a temperatura sozinho. “O ambiente acima dos 29°C causa sonhos desagradáveis ou despertares e movimentações durante a noite, por isso as pessoas sentem mais dificuldades de dormir no verão”, explica.

Embora o outono e inverno sejam estações propícias para dormir melhor, a escolha do colchão e do travesseiro também são importantes na qualidade do sono. “Só a temperatura ideal não é suficiente para ter uma noite bem dormida. É preciso optar por produtos que tenham padrões ergonômicos de qualidade e que façam a diferença na hora de dormir e, consequentemente, para a saúde da pessoa”, ressalta Renata.

Manter a postura correta durante o sono é um cuidado que pode evitar problemas sérios na coluna cervical. O ideal é manter a coluna sempre alinhada com o tronco, a fim de melhorar a circulação sanguínea e facilitar os estímulos elétricos enviados pelo cérebro aos demais órgãos do corpo. “A posição mais aconselhável para se dormir é a de lado. O ideal é usar um travesseiro para apoio com uma altura que se encaixe perfeitamente entre a cabeça e o colchão, formando um ângulo de 90 graus no pescoço. Para esta função, os travesseiros Altura Ajustável são os mais indicados. Nesta posição as pernas devem ficar flexionadas com um espaçamento entre os joelhos e os tornozelos, evitando atritos entre eles”, ressalta a consultora.

É importante também evitar exercícios físicos, não se alimentar e realizar outras atividades que exijam altos níveis de concentração nas horas que precedem o sono. “Dormir estressado, com fome ou com o corpo cansado demais pode interferir negativamente no ciclo natural do sono”, conclui.

Compartilhe
© Duoflex 2018 - Todos os direitos reservados