X
Se você é lojista
Entre em contato com os nossos canais de venda
0800 14 5737
Se você é consumidor final
Entre em contato com nosso SAC para indicações
0800 707 3703
*Compras efetuadas em sites de terceiros
não são de nossa responsabilidade

Uma parada respiratória que acontece principalmente enquanto a pessoa está dormindo e roncando. O problema, conhecido como Apneia Obstrutiva do Sono, ocorre devido a obstrução total ou parcial e transitória da passagem do ar pela garganta, o que acaba gerando breves e repetidas interrupções na respiração. O organismo, ao notar essa pausa momentânea, envia um sinal de alerta para o cérebro e o indivíduo acorda a tempo de desobstruir a garganta, caso contrário, teria uma morte por asfixia.

Segundo a Consultora do Sono da Duoflex, Renata Federighi, a pessoa que sofre com o distúrbio não percebe os despertares enquanto dorme e que podem se repetir até mil vezes a cada noite, nos casos mais graves. “O sono fica fragmentado e há dificuldades para entrar no estágio profundo, quando ocorre de fato o desligamento do cérebro e o sono renovador. Com isso, o indivíduo não descansa, podendo ter fadiga durante o dia, sonolência, dificuldade de memória, entre outros problemas que podem surgir ao longo da vida, como as doenças cardiovasculares, entre elas, a hipertensão”, explica.

O tratamento correto da apneia depende da causa e da gravidade da doença, podendo ser de origem fisiológica, quando há um menor espaço para passagem de ar na boca e garganta, ser causada por maus hábitos como o consumo excessivo de álcool e fumo, causando um relaxamento nos músculos das vias aéreas, ou até mesmo pela má postura ao dormir. “Em alguns casos, algumas mudanças comportamentais relativamente simples podem reduzir consideravelmente ou até mesmo eliminar a ocorrência da apneia, tais como, a correção da postura durante o sono com o uso do travesseiro em altura e suporte apropriados, a perda de peso e a eliminação do consumo de álcool e tranquilizantes, por exemplo”, destaca.

Nos estágios mais graves da doença, a orientação é que se busque sempre um auxílio médico, a fim de que seja feita a prescrição mais adequada para o tratamento do distúrbio, como o uso do aparelho CIPAP (máscara para pressão positiva contínua na via aérea), dentre outros.

Compartilhe
© Duoflex 2018 - Todos os direitos reservados