X
Se você é lojista
Entre em contato com os nossos canais de venda
0800 14 5737
Se você é consumidor final
Entre em contato com nosso SAC para indicações
0800 707 3703
*Compras efetuadas em sites de terceiros
não são de nossa responsabilidade

Nos dias 26 e 27 de outubro mais de sete mil estudantes farão as provas do ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio), em busca de notas que os auxiliarão a conquistar a tão sonhada vaga na universidade. Com a intensificação dos estudos, a tendência é de que muitos alunos deixem de dormir ou reduzam o seu tempo de sono para estudar mais. Essa atitude pode, no entanto, ter efeito contrário ao esperado, uma vez que a privação do sono pode prejudicar o processo de aprendizagem e, consequentemente, o desempenho no exame. Em contrapartida, quem dorme mais tempo ou apresenta um sono de melhor qualidade pode conseguir uma maior fixação no processo de aprendizagem quase três vezes maior do que quem dorme menos.
Segundo a Consultora do Sono da Duoflex, Renata Federighi, o sono regula funções importantes do organismo e tem um importante papel na manutenção da saúde e da qualidade de vida dos indivíduos. “Ao contrário do que muitos imaginam o cérebro não descansa enquanto dormimos. É durante o sono que consolidamos tudo o que absorvemos de informações durante o dia e a retemos na memória. Além disso, a falta de sono ainda provoca cansaço, irritabilidade, desatenção, falhas de memória, dificuldade de raciocínio, alteração de humor e estresse no dia seguinte”, esclarece.
A especialista ainda acrescenta que, em ano de vestibular, tempo de sono e horas de estudo devem ser proporcionais, afinal, tão importante quanto a intensidade da preparação é o período em que o aluno passa repondo as energias. “Os vestibulandos se preparam para os exames durante meses, portanto, é natural que, à medida que as provas se aproximem, fiquem mais ansiosos ou nervosos, afinal, este é um momento em que o futuro profissional está sendo traçado. No entanto, vale lembrar que toda a ansiedade não deve afetar o sono de qualidade, o que, consequentemente, poderá comprometer o rendimento do estudante”, alerta.
Para a especialista, é importante que os alunos sigam uma rotina regrada e que as boas horas de sono estejam dentro do planejamento. “As provas do ENEM e dos demais vestibulares que já estão marcados para os próximos meses, exigem dos candidatos uma dedicação intensa, no entanto, um cronograma de estudos organizado, disciplina nos horários, alimentação saudável e boas noites de sono, tornará a aprendizagem do dia muito mais eficaz”, complementa.

Compartilhe
© Duoflex 2018 - Todos os direitos reservados