X
Se você é lojista
Entre em contato com os nossos canais de venda
0800 14 5737
Se você é consumidor final
Entre em contato com nosso SAC para indicações
0800 707 3703
*Compras efetuadas em sites de terceiros
não são de nossa responsabilidade

Durante a gestação é comum que as mulheres ouçam o conselho: “É melhor dormir agora. Você não vai descansar nada quando o bebê nascer”, mas com as mudanças que acontecem com o corpo da mulher será que é possível aproveitar esse período para ter boas noites de descanso?

Durante os nove meses é normal a gestante encontrar barreiras para ter um repouso de qualidade. Além das mudanças hormonais e psicológicas, a  dificuldade em encontrar uma posição confortável ao deitar pode quebrar o ciclo do sono da grávida.

Uma pesquisa publicada na European Journal of Obstretrics & Gynecology and Reproductive Biology, trouxe dados relevantes sobre a relação das futuras mamães com o sono. Das mulheres que participaram do estudo, 44,2% tiveram problemas de insônia logo no 1º trimestre da gestação, esse valor sobe para 63,7% no 3º trimestre. Um dos principais motivos apontados pelos pesquisadores são o ganho de massa e as alterações hormonais.

Segundo a consultora do sono da Duoflex, Renata Federighi, o uso de travesseiros pode ser um excelente aliado para a gestante encontrar a posição ideal na hora de dormir. “Conforto é a chave para uma boa noite de sono. Deite-se de lado com um travesseiro que preencha completamente o espaço entre a cabeça de colchão, a fim de manter a coluna cervical alinhada. Para não forçar a região lombar, use também um travesseiro entre os joelhos, que deverão estar semiflexionados e outro embaixo da barriga, para servir de apoio. Essas ações podem trazer maior comodidade durante o repouso”, aconselha.

“O travesseiro de corpo também é um ótimo aliado para ser utilizado em conjunto com o travesseiro convencional. Ele oferece apoio adicional para o queixo, braços e pernas”, complementa. Durante a gestação, a posição recomendada para dormir é a virada para o lado esquerdo. Nessa posição, a barriga não comprime a veia cava, preservando a circulação do sangue entre a mãe e o bebê e possibilitando o envio de mais oxigênio e nutrientes para a criança. De barriga para cima ou deitada do lado direito, a grávida pode sentir falta de ar, sudorese fria e enjoos.

Ter uma boa noite de sono é fundamental para a manutenção da saúde da grávida e do bebê. Seguir outros conselhos vão ajudar a melhorar a qualidade do repouso. “Desenvolver uma rotina para dormir é uma excelente forma de qualificar o descanso. Comece tentando ir para a cama no mesmo horário todos os dias, busque seguir uma rotina relaxante antes de se deitar e tente ler um livro em detrimentos dos celular e tablets”, sugere Renata.

Outras dificuldades que a gestante pode encontrar é a vontade constante de urinar, por esse motivo o aconselhável é diminuir a ingestão de líquidos algumas horas antes de dormir. O cuidado com a alimentação também é importante, principalmente no jantar. Escolha consumir refeições mais leves e evite frituras, isso vai ajudar a evitar náuseas e refluxos durante o sono.

“Ao seguir essas dicas, a hora de dormir será melhor aproveitada. E essa tarefa, que pode ser desafiadora para as futuras mamães, vai se tornar um momento de descanso reparador”, completa a consultora da Duoflex. 

Compartilhe
© Duoflex 2018 - Todos os direitos reservados