X
Se você é lojista
Entre em contato com os nossos canais de venda
0800 14 5737
Se você é consumidor final
Entre em contato com nosso SAC para indicações
0800 707 3703
*Compras efetuadas em sites de terceiros
não são de nossa responsabilidade

Muitas famílias já estão em contagem regressiva para as férias escolares: curtir o dia sem compromissos com horário e rotina, ficar até mais tarde nas brincadeira ou no computador e, claro, acordar bem mais tarde que o horário habitual. Mas especialistas alertam: sair completamente da rotina pode desregular o relógio biológico e trazer muitos prejuízos para pais e filhos.

O primeiro é o mais óbvio: a tortura na volta às aulas, quando os pais precisam fazer ginástica para tirar crianças e adolescentes da cama, que vão mal-humorados e sonolentos para a escola, prejudicando o rendimento. Mas há problemas ainda mais graves. “Sem sono de qualidade, o organismo funciona mal e ainda prejudica a produção de vários hormônios, inclusive o do crescimento”, explica a fisioterapeuta especialista em Medicina do Sono, Carolina Carmona.

Rotina

Para a médica do Sono Jéssica Polese, o ideal é manter a rotina mesmo durante a férias. E os cuidados devem ser redobrados com os adolescentes. “A criança gasta mais energia e dorme quando está cansada. O adolescente fica na frente do computador e troca o dia pela noite facilmente e, depois, pode levar até um mês para entrar no ritmo de aulas”, explica.

Já a nutricionista da Upuerê, Christina Helal, alerta para os horários das refeições. “Jantar muito tarde e em grande quantidade acumula energia no corpo e pode engordar. Dormir demais também pode diminuir o metabolismo”, diz.


Quem fica atenta à rotina das férias é a professora Marta Cândida Ralin, mãe da pequena Vívian, 5 anos. A família aproveita as férias para passear e brincar até mais tarde, mas sem exageros. “Ela dorme e acorda 1 hora ou 1h30 mais tarde que o normal, mas não passa disso. E alguns dias antes de as aulas voltarem, começamos a ir para a cama mais cedo”, conta.

E os especialistas lembram: apesar de seus filhos sentirem mais os efeitos do relógio biológico desregulado, as dicas servem também para os adultos! Fique atento para curtir as férias sem prejuízos para a saúde.


Relógio biológico

Importância
Desregular o relógio biológico da criança mexe com a produção dos hormônios do crescimento e desenvolvimento. O organismo funciona mal, causando dor de cabeça, mal humor e dificuldade
de concentração. Isso sem contar a dificuldade de acordar na volta às aulas - e o desempenho prejudicado pelas noites maldormidas

Adolescente
É preciso ser mais rígido com o horário deles, por conta das mudanças hormonais que já fazem os jovens quererem dormir mais tarde. Eles também não costumam gastar tanta energia quanto às crianças, que são mais facilmente vencidas pelo cansaço

Rotina
Pode deixar seu filho dormir e acordar um pouco mais tarde, mas sem sair demais da rotina, principalmente se as férias são curtas. A variação deve ser de 1 ou 2h, no máximo

Cada um
Para flexibilizar a rotina, é preciso conhecer seu filho. Há crianças mais matutinas, outras noturnas, os que conseguem voltar à rotina facilmente, os que têm mais dificuldade - com esses é preciso mais rigor

Readaptação
Uma semana antes do fim das férias - ou 2, 3 dias se elas são de uma semana - comece a dormir e acordar um pouco mais cedo até chegar próximo à rotina de aulas. Se fizer viagens longas - internacionais - volte a tempo de fazer a readaptação

Rotina em foco

Atividade ao ar livre
Brincar ao ar livre “gasta energia” e facilita o sono. O estímulo da luz solar desperta o corpo e regula os hormônios do sono

Calma à noite
Evite filmes e brincadeiras agitadas. Estimulam a produção de adrenalina e dificultam o sono - leia um livro, revista ou quadrinhos. Desligue TV, computador e tablet algumas horas antes e reduza as luzes e o ritmo da casa

Alimentação
Mantenha os horários das refeições, principalmente o jantar, para mostrar à criança que a hora de dormir está chegando

Cochilos
Para as maiores e adolescentes, o cochilo da tarde não deve ultrapassar 30 minutos

Compartilhe
© Duoflex 2018 - Todos os direitos reservados