X
Se você é lojista
Entre em contato com os nossos canais de venda
0800 14 5737
Se você é consumidor final
Entre em contato com nosso SAC para indicações
0800 707 3703
*Compras efetuadas em sites de terceiros
não são de nossa responsabilidade
O CHOCOLATE PODE ATRAPALHAR O SONO?

Ele pode ser o melhor amigo nos dias de TPM, ser inseparável nos momentos mais melancólicos da vida, e claro, ser um par perfeito para qualquer hora do dia. O chocolate tem, sim, todo este poder. Mas, o que poucas pessoas sabem é que ele pode também trazer alguns prejuízos ao bem-estar, sobretudo, quando se trata da sua relação com o sono.

Como se sabe, o chocolate contém cafeína, porém, em quantidades que variam de acordo com o tipo. Para se ter uma ideia, uma barra de chocolate ao leite de 450 gramas, por exemplo, contém 9 miligramas de cafeína. Certamente, se compararmos a barra a uma xícara de café normal, que possui cerca de 100 mg, essa quantidade de cafeína parece mínima. “Porém, ainda assim é possível que o sono seja afetado, caso o indivíduo exagere no consumo do chocolate”, ressalta a Consultora do Sono da Duoflex, Renata Federighi. E o chocolate amargo? Contém uma quantidade ainda maior! São aproximadamente 30 miligramas. “Isso equivale a uma xícara de chá instantâneo e um pouco menos que uma xícara de chá a granel”, explica.

Mas, e se o indivíduo desejar alguns minutos de ‘felicidade’, se deliciando com uma barra de chocolate, e ainda assim, almejar uma noite de sono tranquila e revigorante? Renata explica que, nessas situações, o ideal é ficar longe da guloseima, no mínimo, cerca de três ou quatro horas antes de dormir. “Este é o tempo necessário para que a cafeína não prejudique a qualidade do descanso”. Ela ainda alerta para outros alimentos que, assim, como o chocolate, também podem prejudicar o sono. “Chás, refrigerantes e café também devem ser evitados, caso a pessoa queira um sono de qualidade”, alerta.

Além do cuidado com o consumo do chocolate antes do horário de dormir, Renata ainda recomenda algumas dicas para um descanso revigorante. Confira abaixo:

• Atenção à postura
A postura correta ao dormir é imprescindível para um repouso de qualidade. A posição de lado é a mais indicada pelos especialistas. Utilize um travesseiro para apoio da cabeça, em altura que se encaixe perfeitamente entre ela e o colchão, formando um ângulo de 90 graus no pescoço. Os joelhos devem estar semiflexionados com um travesseiro ou um Rolinho, por exemplo, entre eles;

• Silêncio e ambiente escuro
Mantenha o ambiente escuro. A claridade interfere na produção da melatonina, o hormônio que avisa o cérebro que já é hora de dormir. Além disso, evite atividades que atrapalhem um sono profundo, como assistir TV deitado na cama, utilizar o computador ou ficar horas jogando em celulares.

• Alimentos leves antes de dormir
Quanto maior a refeição noturna, maior a dificuldade de digestão. Portanto, alimente-se até 3 horas antes de ir pra cama e dê preferência a alimentos que ajudam a relaxar, entre eles, alface, maçã, pepino, salsão e ervas, como a camomila e a cidreira. Alimentos ricos em triptofano, como banana, leite, queijo branco, abacate e soja, também ajudam a proporcionar noites bem dormidas, pois participam da formação da melatonina; 

• Atividades relaxantes
Procure relaxar. Até três ou quatro horas antes de deitar faça alguns movimentos tranquilos de alongamento. Ao liberar a adrenalina, o exercício físico aquece e relaxa a musculatura, evitando lesões, dores musculares e problemas ortopédicos.

Compartilhe
© Duoflex 2018 - Todos os direitos reservados. Política de privacidade