X
Se você é lojista
Entre em contato com os nossos canais de venda
0800 14 5737
Se você é consumidor final
Entre em contato com nosso SAC para indicações
0800 707 3703
*Compras efetuadas em sites de terceiros
não são de nossa responsabilidade
SONO APÓS O ALMOÇO FAZ BEM À SAÚDE

A famosa “sesta” (sono após o almoço), hábito típico da cultura espanhola e também italiana, pode fazer bem a saúde, segundo Renata Federighi, consultora do sono da empresa Duoflex.  “O sono diurno, ou a famosa soneca após o almoço, melhora o rendimento no trabalho e nos estudos. O sono possui efeitos reparadores e isso influencia na renovação cerebral”, explica a consultora.

A rotina agitada dos grandes centros faz com que a população acabe dormindo menos que o necessário durante a noite e isso acaba revertendo em cansaço e sonolência excessiva durante o dia, inclusive no período do trabalho. Neste caso, o sono do meio dia é sempre bem-vindo.  Renata explica que as pessoas sentem sono após o almoço, pois é o período em que o corpo está “relaxado”. “O sono é frequente neste período porque o cérebro está trabalhando com maior lentidão, já que durante a digestão parte do fluxo sanguíneo é desviado para o estômago, moderando a capacidade de sangue em outras áreas como o cérebro e os músculos”, explica.

Para muitos o cochilo de poucos minutos já é mais do que suficiente para repor as energias e melhorar o desempenho no restante do dia. Em pesquisa recente feita na faculdade norte-americana de Allegheny College, psicólogos e neurocientistas concluíram que poucos minutos de sono durante o pós almoço traz benefícios na recuperação cardiovascular.

De acordo com Renata Federighi, em poucos minutos de descanso se consegue atingir a fase três do sono. “Temos durante o sono quatro fases que são ultrapassadas de acordo com o relaxamento do corpo. A fase inicial, ou etapa 1 e 2 é quando o individuo ainda está em vigília ou com o sono bem levinho. Já na fase três, o processo acaba sendo mais demorado, embora seja neste período que o corpo encontre seu relaxamento por completo, o que implica a ele chegar na fase final que é quando o sono se torna profundo e todas as energias são repostas por completo”, afirma.

Renata Federighi alerta que o sono é importante, desde que não exceda a um determinado tempo. “O ideal é que se descanse no período de 30 minutos no caso de adultos e no máximo 2 horas no caso das crianças, já que ultrapassando esse tempo você irá sofrer com a falta de sono noturno e, consequentemente, sofrerá com um resultado inverso”, finaliza.

No trabalho é bom ficar atento
Que tirar aquela soneca após o almoço não faz mal a ninguém, isso é verdade, mas quando se trata do horário de trabalho, é bom ficar de antena ligada. Quando os cochilos passam a ser constantes no dia-a-dia, isso pode ser um indício de que  algo está errado.

“Embora uma sonolência passageira logo após o almoço possa estar ligada ao processo digestivo, a melhor medida talvez seja a busca por um diagnóstico mais preciso, feito por um profissional especializado (médico)”, comenta.

Em alguns casos é comum o médico diagnosticar algum tipo de distúrbio no paciente. Renata levanta a teses que a moleza ou sonolência durante após o almoço possa ter ligação com um mal que se chama apneia do sono. “Talvez esse sintoma possa estar ligado a desvios que afetam o descanso durante a noite”, explica Renata.

Compartilhe
© Duoflex 2018 - Todos os direitos reservados. Política de privacidade