X
Se você é lojista
Entre em contato com os nossos canais de venda
0800 14 5737
Se você é consumidor final
Entre em contato com nosso SAC para indicações
0800 707 3703
*Compras efetuadas em sites de terceiros
não são de nossa responsabilidade
Descubra por que é tão difícil dormir fora de casa

Mesmo com um ambiente aconchegante e uma cama e travesseiros macios, a primeira noite fora de casa pode ser um problema para muitas pessoas. Conseguir adormecer num ambiente totalmente diferente do que está acostumado nem sempre é fácil e pode afetar a produtividade do dia seguinte. Afinal, dormir bem é imprescindível para acordarmos dispostos e felizes.

Mas por que dormimos tão mal fora de casa?

 

Efeito da primeira noite

Você sabia que o problema de não dormir direito na primeira noite fora de casa tem nome? É conhecido por “efeito da primeira noite”. Segundo pesquisa realizada pela Brown University, nos Estados Unidos, o hemisfério esquerdo do nosso cérebro permanece mais ativo durante a primeira noite de sono, como se estivesse em alerta. Por esse motivo, o recomentado é que se durma com o lado esquerdo voltado para baixo.

A pesquisa foi realizada com 35 pessoas tiverem seus cérebros analisados com técnicas de neuroimagem. Um grupo com 11 indivíduos receberam travesseiros e mantas para conseguirem dormir melhor e passaram dois dias no local da pesquisa. Na primeira noite, o sono foi leve e demoraram para dormir, uma vez que o cérebro se manteve meio desperto.

Já na segunda noite, os voluntários conseguiram dormir normalmente, sem se manter em estado de alerta. A atividade neuronal relacionada ao sono profundo foi medida e as ondas da primeira noite estavam mais lentas do que na segunda noite, o que confirmou a dificuldade de conseguir dormir e se manter no sono.

Esse tipo de atividade cerebral, além de ocorrer em humanos, também está presente em outros mamíferos e é uma forma de se manterem protegidos de possíveis perigos.

 

Se prepare para dormir longe de casa

Se você tem uma rotina de sono dentro de casa, não a deixe de seguir quando estiver fora. Estabelecer essa rotina é importante para que o corpo entenda naturalmente que está na hora de dormir. Manter o ritmo nas atividades físicas também é importante, então, se conseguir, continue praticando quando estiver longe.

 

Evite usar aparelhos eletrônicos antes de dormir

Isso também influencia muito na qualidade do sono, uma vez que a luminosidade interfere na produção de melatonina, o hormônio do sono.

 

Cuide da sua alimentação

Outra dica é ter uma alimentação balanceada. Ninguém gosta de dormir e acordar com aquela sensação pesada de que comeu mais do que deveria, não é mesmo? Aposte em comidas mais leves no jantar e evite comer logo antes de dormir, o correto é pelo menos 3 horas antes do sono.

 

Torne o ambiente mais familiar

Levar seu travesseiro e até mesmo um cobertor ou manta que já está acostumado são ótimas opções para tornar o ambiente mais familiar e, consequentemente, melhorar sua noite de sono. Sabemos que dormir com um travesseiro que não é ideal para o seu biotipo e posição de dormir atrapalha muito a qualidade do descanso, por isso, leve-o para onde for!

 

Outras dicas importantes

- Se após a primeira noite a dificuldade de dormir no local persistir, procure por outro lugar, caso haja essa possibilidade;

- Procure não ingerir muita cafeína e açúcar perto do horário de sono;

- Tome chá de camomila, ele é um bom calmante natural;

- Tente utilizar máscara de dormir e protetores auriculares para reduzir luminosidade e barulhos;

- Pense em coisas boas e momentos felizes quando estiver pronto para dormir.

 

Veja também nosso conteúdo sobre 5 coisas que você deve saber sobre seu travesseiro!

Compartilhe
© Duoflex 2018 - Todos os direitos reservados