X
Se você é lojista
Entre em contato com os nossos canais de venda
0800 14 5737
Se você é consumidor final
Entre em contato com nosso SAC para indicações
0800 707 3703
*Compras efetuadas em sites de terceiros
não são de nossa responsabilidade

Sono excessivo durante o dia, desânimo, falta de atenção e irritabilidade são sintomas de uma má rotina de sono. Mas você sabia que esses indícios podem estar associados à diversas doenças? Mas calma! Para ter certeza de que não se trata apenas de um cansaço derivado de uma noite mal dormida, fique atento a outros sinais. Normalmente, nos casos de doença a pessoa sente-se cansada e sem forças, mesmo após ter uma noite de descanso.

Portanto, se já está seguindo nossas dicas de como melhorar as noites de sono, praticando atividades físicas, evitando o uso de celular e aparelhos eletrônicos antes de dormir, comendo alimentos leves a noite, evitando cigarros e bebidas alcoólicas, usando o travesseiro ideal, dormindo as horas necessárias de acordo com a sua idade e, mesmo assim, a vontade incontrolável de dormir ou cochilar durante situações e atividades do cotidiano persiste, algo realmente pode estar errado. Não exite em procurar um médico especialista e fazer um check-up!

Listamos algumas doenças que podem causar cansaço excessivo e muito sono.

Apneia do sono

A apneia do sono é um dos principais distúrbios do sono. Ela é caracterizada pela obstrução das vias aéreas durante o sono, ou seja, redução do oxigênio nos pulmões, o que leva a pessoa a despertar várias vezes durante a noite. Indivíduos com essa doença apresentam roncos, paradas respiratórias, despertares com engasgo e sufocamento noturno.

Muitas vezes as pessoas nem percebem essas falhas na respiração, mas acordam diversas vezes, fragmentando o sono. E o resultado é sonolência excessiva no dia seguinte!

Nesses casos é indicado procurar um médico especialista em distúrbios do sono, que pode solicitar um exame chamado polissonografia.

Anemia

Você come alimentos ricos em ferro, como carnes vermelhas, feijão, ovo e beterraba? A falta de ferro no sangue também pode causar desânimo e sono em excesso. Isso porque a baixa produção de hemoglobina gera fraqueza e indisposição.

Procure comer alimentos que apresentam alto teor de ferro e fazer exames de rotina. Caso esteja com esses sintomas, procure um clínico geral ou ginecologista. Para identificar essa doença, é necessário fazer um exame de sangue chamado hemograma.

Depressão

Segundo pesquisa realizada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em 2017, 5,8% da população brasileira sofria de depressão. Essa porcentagem representava 11,5 milhões de pessoas.

Atualmente, a depressão atinge um número cada vez maior de pessoas. Apesar de ser uma doença que afeta a parte mental da pessoa, ela também acaba afetando o corpo. Ela é caracterizada pela maneira negativa de como o indivíduo se sente, além de falta de ânimo, ansiedade, angústia, cansaço e sonolência.

Se desconfiar dos sintomas, procure um médico psiquiatra para iniciar o tratamento mais adequado.

Doenças cardíacas

Assim como a depressão, o excesso de sono podem estar associados à doenças cardíacas. A arritmia ou o entupimento das artérias faz com que a pessoa se sinta exausta ou até mesmo com tonturas. Isso acontece pois o coração não tem força para bombear o sangue para o corto inteiro e, consequentemente, vem a sensação de cansaço e sonolência.

Nesse caso, deve-se procurar um cardiologista para que sejam feitos os exames de sangue e eletrocardiograma.

Hipotiroidismo

O hipotireoidismo significa redução da produção do hormônio tireoidiano, o qual é responsável por acelerar nosso metabolismo. A redução desse hormônio faz com que nosso metabolismo seja desacelerado e que a sonolência aumente.

O recomendado é que se procure um médico endocrinologista, o qual solicitará exames hormonais.

Fibromialgia

A fibromialgia faz com que a pessoa sinta dores frequentes e, consequentemente, tenha dificuldade em se concentrar e apresente um cansaço intenso. Além disso, há um aumento da sensibilidade à dor e as tarefas do dia a dia podem ser afetadas, uma vez que mesmo após uma noite de sono, o cansaço continua.

Se perceber os sintomas da fibromialgia procure um reumatologista que poderá solicitar uma série de exames para realmente confirmar a doença.

Narcolepsia

Narcolepsia é uma doença caracterizada pela sonolência excessiva, mesmo que a noite de sono tenha sido de qualidade. Nesses casos, a pessoa não consegue se manter concentrada e, nos picos de sono, dorme em qualquer lugar, até mesmo na direção.

Além da sonolência excessiva, outros sintomas desse distúrbio são: paralisia do sono, alucinações na fase inicial do sono e cataplexia – perda súbita da força muscular, sem perda de consciência. A narcolepsia é causada pela deficiência do hormônio chamado hipocretina, o qual atua na regulação do sono.

Para confirmação do diagnóstico, procure um especialista em distúrbios do sono.

Gostou do nosso conteúdo? Veja também como dormir bem pode ajudar a combater a depressão!

E fique de olho! Garantir a qualidade do sono é um dos principais fatores para se ter uma boa qualidade de vida.

Compartilhe
© Duoflex 2018 - Todos os direitos reservados